cdl-sesc
Sebrae/PR, ACEUV, CDL e Uniguaçu, parceiros na iniciativa, projetam ampliação de atividades para o próximo ano
O ano ainda não terminou, mas a programação do Ponto de Atendimento ao Empreendedor de União da Vitória já está sendo planejada para 2018. Em reunião no início deste mês, representantes da Regional Sul do Sebrae/PR, da Associação Comercial e Empresarial de União da Vitória (ACEUV), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e das Faculdades Integradas do Vale do Iguaçu (Uniguaçu) analisaram os números de atendimentos de 2017 e começaram a planejar ações para o ano que vem.

De janeiro a outubro deste ano, o PA de União da Vitória atendeu 220 empresas e 170 pessoas físicas. “Tivemos ainda 72 horas de consultorias e a realização de quatro cursos presenciais, seis oficinas, quatro palestras e também a Semana Empresarial”, relata Wilson Petisco, consultor do Sebrae/PR. Ainda foram investidos no Território Iguaçu cerca de R$ 126 mil em recursos do Sebraetec (programa destinado a levar inovação para os pequenos negócios) e realizada uma turma do seminário Empretec.cdl-sesc

“Neste contexto propício, aconteceram ainda marcos para o desenvolvimento regional, como a adesão ao edital do programa Cidade Empreendedora em União da Vitória, São Mateus do Sul e Bituruna”, completa Petisco.

Mas, apesar dos bons números, os representantes dos parceiros creem que a participação do empresariado poderia ter sido maior em 2017. Para Artibano Nhoatto, presidente da CDL de União da Vitória, os objetivos foram alcançados, mas o potencial do PA é maior.

“Acredito que muitos empresários ainda não entenderam a verdadeira importância do Ponto de Atendimento para a região. Outros precisam entender que o PA é voltado para eles, não para os colaboradores”, analisa Artibano.

O presidente da CDL acrescenta que muitos lojistas que têm participado das programações estão aproveitando as oportunidades para inovar. “Muitos têm feito mudanças nas fachadas, buscado a diferenciação. Descobriram que, com o PA, não estão mais sozinhos”.

Daniel Henrique Breyer, presidente da ACEUV, analisa que os dois últimos anos, tomados pela recessão econômica, trouxeram problemas para os empresários.
cdl-sebrae
“O empresariado enfrentou dificuldades no faturamento e também com a burocracia brasileira. A expectativa era que a adesão fosse maior ao que o PA oferece, mas essas questões interferiram”, pensa Daniel.

O presidente da ACEUV visualiza como promissor o trabalho desenvolvido no PA, especialmente com a retomada do crescimento econômico.
“O ano que vem deve trazer novas perspectivas para os empreendedores e o PA pode ser importante aliado para potencializar vendas e na melhoria da gestão”.

PA inédito
O Ponto de Atendimento ao Empreendedor de União da Vitória foi o primeiro do Estado a ser instalado em uma instituição de Ensino Superior, a Uniguaçu. O coordenador administrativo da universidade, Hilton Tomal, observa que sediar e ser parceiro do PA oportunizou a aproximação da Uniguaçu com a comunidade empresarial.

“Foi muito importante, principalmente por nos aproximar daqueles que necessitam de informações e até mesmo incentivos para gerir os seus negócios. Também foi a oportunidade para que muitos empreendedores conhecessem a estrutura da Uniguaçu”, ressalta Hilton.

O coordenador administrativo da Uniguaçu destaca ainda que os projetos do Sebrae/PR, ligados à CDL, ACEUV e Comitê Territorial de Líderes “passaram a ter na instituição um ponto de referência, tanto na estrutura física, como na humana, já que conta com uma equipe conectada ao empreendedorismo local e territorial”.

 

Assessoria Sebrae.